• Banner interno

pexels-andrea-piacquadio-4813629.jpg

Queiramos ou não
Temos apenas três alternativas:
O ontem, o presente e o amanhã.
 
E nem sequer três
Porque como diz o filósofo
O ontem é ontem
Pertence a nós apenas na memória:
A uma rosa que se desfolhou
Não se pode arrancar outra pétala.
 
As cartas por jogar
São somente duas:
O presente e o dia de amanhã.
 
E nem sequer duas
Porque é um fato bem estabelecido
Que o presente não existe
Senão na medida em que se torna passado
E já passou...,
                                como a juventude.
 
No fim das contas
Só nos resta mesmo o amanhã:
Eu ergo minha taça
A esse dia que não chega nunca
Mas que é único
De que realmente dispomos.
 
Nicanor Parra
de Canções Russas 
 
Imagem: pexels.com