IMG_2689.JPG

Destaques do 1º dia da Semana Brasileira de Catequese

Dia 15 de novembro de 2018

A Celebração da Eucaristia, presidida por Dom Mário Antonio Silva, arcebispo de Boa Vista-RR, às 7h, abriu os trabalhos do primeiro dia da SBC. A primeira conferência foi do professor Edward Guimarães, da PUC-Minas, com o tema "Anunciar-testemunhar Jesus Cristo num mundo plural: novos interlocutores".

Alguns temas abordados no conteúdo apresentado:

  1. Características do mundo em mudança
  2. Os novos interlocutores
  3. Repensar a fé num mundo plural

O professor Edward ressaltou que ser cristão deixou de ser um desafio diário de conversão e que a vida cristã não tem provocado mudança no agir das pessoas.  A conversão deixou de ser critério de inserção na comunidade que não exige um itinerário de fé. As mudanças do mundo atual exigem que se mude o jeito de acolher e viver a fé cristã.

O cristianismo não tem evangelizado, está morno. Há a necessidade de se superar ritos e de provocar a intimidade com Deus, uma vida nova de fraternidade e justiça, de cultivar a fé de Jesus e não simplesmente a fé em Jesus. A vida digna é o culto maior a Deus. Deus é amar e não só amor.

Os interlocutores de hoje são pessoas transformadas pela cultura secularizadas; pela experiência de novas tecnologias; pertencentes a outras religiões e outras Igrejas; avessas à religião; carentes de afeto e reconhecimento; cientes da sua liberdade e igual dignidade; excluídas da mesa da cidadania e da dignidade humana.

Como anunciar Jesus neste mundo plural? É necessário superar o combate às demais tradições religiosas, a pretensão de desbancar outras Igrejas cristãs, o desconhecimento dos sem religião e sem fé em Deus, a apologética e o proselitismo, o sentido antigo de evangelizar. É preciso evangelizar fazendo ver, porque o seguimento precisa entrar pelos olhos e penetrar o coração. Viver o cristianismo exercitando o diálogo, o sentido coletivo e humanitário, assumindo o compromisso ético em defesa da vida, catequizar com leveza, alegria e com coragem profética.

Ir. Vera Bombonatto apresentou a 2ª conferência sobre “Seguimento de Jesus e sentido da vida”. Começou questionando o que significa seguir Jesus, hoje, na sociedade pós-moderna e na cultura digital. Destacou, entre outras coisas, que o evento fundante do cristianismo é a relação profunda e pessoal com Jesus e seu projeto. A finalidade do seguimento é assemelhar-se a Jesus. Ter o estilo de Jesus é o mais importante. O ser cristão começa com um encontro que dá sentido à vida. A história da salvação é uma história de seguimento. Na catequese à serviço da Iniciação à Vida Cristã(IVC) o discipulado é o fio condutor que culmina na maturidade do discipulo missionário.

Ir. Vera concluiu sua fala apresentando o vídeo com a mensagem do Papa Francisco no Congresso Internacional de Catequese, em Roma, em 2013. Este vídeo ressalta a necessidade de viver sob o olhar de Jesus e o “ir”, sair ao encontro do irmão. O Catequista não é um mero funcionário. Ser catequista é o mais importante.

Após o almoço, durante toda a parte da tarde, foram realizadas 20 oficinas, a saber:

  1. Palavra de Deus, fonte da Iniciação à vida cristã – Frei Ildo Perondi
  2. Leitura orante na Iniciação à vida cristã – Dom Carlo Verzeletti
  3. A dimensão celebrativa da Iniciação à vida cristã(RICA) – Pe. Vanildo de Paiva
  4. O Catecismo da Igreja Católica e Iniciação à vida cristã – Pe. Luiz Alves de Lima
  5. Iniciação à vida cristã numa Igreja missionária (Igreja em saída) – Dom Mário Antonio da Silva
  6. Comunidade fonte, lugar e meta da Iniciação à vida cristã – Ir. Israel José Nery
  7. Catequese à serviço da Iniciação à vida cristã – Pe. Abimar Oliveira de Morais
  8. Iniciação à vida cristã e experiência de Deus – Dom Armando Bucciol
  9. Unidade dos sacramentos da Iniciação à vida cristã – Dom Geremias Steimntz
  10. Formação Iniciática de catequistas – Débora Regina Pupo de Lima
  11. Metodologia dos processos iniciáticos – Pe. Márcio Martins Rosa
  12. Iniciação à vida cristã e compromisso ético – Laudelino Augusto dos Santos Azevedo
  13. Catequese e a via da beleza – A vida da beleza como transmissora da fé – Pe. Jordélio Siles Ledo
  14. Itinerários iniciáticos crianças, adolescentes, jovens e adultos – Pe. Eduardo Antonio Calandro
  15. Itinerários iniciáticos com pais e padrinhos (catequese batismal) – Maria Erivan Ferreira da Silva
  16. Itinerários iniciáticos com noivos – Pe. Paulo Cesar Gil
  17. Experiências de iniciação com povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos – Rose Medeiros
  18. Iniciação à vida cristã e situações de diversidade (inclusão) – Pe. Marcelo Luiz Machado
  19. Bibliodrama na catequese – Loredana Vigini
  20. Catequese e redes sociais (era digital, redes midiáticas) – Carla Regina de Miranda

Os participantes escolheram previamente as oficinas do seu interesse. Estas oficinas aprofundam o tema geral e os temas das conferências.

À noite, às 20h30, momento cultural e homenagem ao Pe. Zezinho por seu trabalho de evangelização e catequese, sobretudo, através da música.

Marlene Maria Silva e Lucimara Trevizan

Secretárias da SBC