• Banner interno

A Lei da Água

Produzido por Fernando Meirelles, filme chega ao circuito comercial na quinta-feira, 14 de maio; longa alerta sobre consequências do novo Código Florestal e o que ainda pode ser feito para evitar mais prejuízos ao meio ambiente. Controvérsia entre ambientalistas, ruralistas e cientistas é fio condutor de narrativa.

 

O texto é publicado por Envolverde, 12-05-2015.

São Paulo, maio de 2015 – A O2 Play e a Cinedelia lançam, no próximo dia 14 de maio, nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, o documentário “A Lei da Água – Novo Código Florestal”. Dirigido por André D’Elia, com produção executiva de Fernando Meirelles, o filme retrata a polêmica sobre as mudanças na legislação que prevê o que deve ser conservado e pode ser desmatado nas propriedades rurais e cidades brasileiras.

 

O filme já foi visto por quase 12 mil pessoas em todo o Brasil, em mais de 200 sessões realizadas em parceria com organizações, movimentos sociais e instituições interessadas em debater a relação entre crise hídrica, desmatamento e ocupação urbana. “Em um momento como o que estamos vivendo, de crise hídrica, o público tem solicitado cada vez mais exibições do filme, até mesmo para entender o Código Florestal aprovado pelo Congresso Nacional”, explica André D’Elia.

 

Agora no circuito comercial, “A Lei da Água” contou ainda com uma campanha de crowdfunding que levou o filme a sessões únicas em várias capitais brasileiras nos meses de março e abril. “Foi um jeito de oferecer mais do que uma sessão de cinema, mas uma experiência completa que permitiu um aprofundamento a respeito da questão ambiental”, afirma Igor Kupstas, Diretor da O2 Play. “Agora, o filme chega aos cinemas com a força do boca-a-boca de quem assistiu”.

------------------------------------- 

A catequese precisa se engajar na reflexão com crianças, jovens e adultos, os catequistas, na conscientização e preservação da natureza. Como diz Papa Francisco, a preservação do planeta é uma questão de sobrevivência, disso depende o futuro da humanidade. 

Assista ao trailler: