• Banner interno

bigstock-Happy-woman-with-her-arms-wide-689106.jpg

Celebração do Dia do Catequista

29 de agosto de 2021

Catequista, ministério de amor, semeando a Palavra

Ambiente e material

- Se a celebração for presencial: cadeiras em círculo; no centro, panos coloridos sobre os quais serão colocados os símbolos; deixando um lugar de destaque para a Bíblia.

- Preparar: saquinhos com sementes quantos forem os catequistas, vasilha com água, recipiente com terra e vela que serão apresentados no momento oportuno; a carta apostólica “Ministério Antigo”; algumas fotos relacionadas à catequese.

- Refrão meditativo:  Jesus, tu és a luz dos olhos meus! * Jesus, brilhe esta luz nos passos meus seguindo os teus![1]

(Acendimento da luz)

  1. Acolhida

Animador(a): Que alegria estarmos juntos no Dia do Catequista! Celebremos jubilosos nossa vocação de semeadores do Reino, da boa-nova da alegria, do perdão e da justiça! Sejam bem-vindos(as).  Invoquemos juntos nosso Deus:

  1. Hino de Abertura[2]

- Vem, ó Deus da vida, vem nos ajudar! (bis). Vem, não demores mais, vem nos libertar! (bis).

- Venham, adoremos a nosso Senhor (bis).  Deus, criador da vida, Deus trabalhador! (bis).

- Tudo quanto fazes, tem sabedoria (bis). Nossa colheita é farta, ó quanta alegria! (introduzem-se os saquinhos com as sementes).

- Chuvas abundantes mandas lá do céu (bis) (introduz-se a água). Nossos trigais e roças, abençoas, Deus (bis).

- A Mãe terra boa, sempre vens regar (bis) (introduz-se a terra). As novas sementeiras vens abençoar (bis).

- Nossos catequistas, bons semeadores (bis) (introduz-se a vela). Luz, força e graça, dai-lhes em favores (bis).

- Glória ao Pai, e ao Filho e ao Santo Espírito (bis). Glória à Trindade Santa, glória ao Deus bendito! (bis).

- Aleluia, irmãs, aleluia, irmãos! (bis). Das mãos que hoje colhem, tragam louvação (bis).

  1. Recordação da Vida

Animador (a): Neste nosso encontro celebrativo, trazemos presentes, na memória e no coração, aqueles e aquelas que trilharam o caminho antes de nós e conosco, catequistas, amigos (as), irmãos (as) de caminhada, semeadores como nós. Lembremo-nos também de tantos terrenos, de tantos corações de catequizandos e catequizandas e suas famílias, que nos foram confiados para lançarmos neles as sementes da Palavra, da alegria do perdão e da justiça. Lembremos dos acontecimentos, das dores e vitórias da semeadura e das situações do nosso povo, necessitadas da força do evangelho para que floresçam e produzam frutos.  

(Tempo para a memória. Algumas pessoas tomam um pouco de terra, as fotos da catequese e apresentam para o grupo e o animador convida o grupo a repetir:)

Todos: Sou catequista e sou semeador, lanço a palavra de paz e de amor. / Planto e rego e espero nascer quem faz crescer é o Senhor (bis). 

  1. LEITURA BÍBLICA 

- Animador (a): A Palavra de Deus é luz que ilumina a nossa vida e toda catequese a serviço da iniciação à vida cristã. Acolhamos a Palavra que chega em nosso meio cantando com alegria:

(Momento de Entronização da Palavra – durante o canto, quem vai proclamar entra com a Bíblia. Depois de proclamar o evangelho, coloca a Bíblia no lugar que foi preparado). 

- Canto:  Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! (bis)

Semente é de Deus a palavra, o Cristo é o semeador; todo aquele que o encontra, vida eterna encontrou! Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! (bis)[3] 

Proclamação do Evangelho de Mateus, capítulo 13, versículos de 1 a 9.

(Meditação – silêncio)

Animador(a):  O que diz o texto? O que Jesus comunica ao povo e aos seus discípulos? Quais são as imagens presentes no texto? Quais palavras mais chamaram a atenção durante a leitura?

Em qual terreno nos encontramos? O que fazer para ser terra boa, que dá bons frutos? Temos dedicado tempo para o encontro com a Palavra? Que apelos a Palavra despertou em nosso coração? Quais compromissos queremos assumir como catequistas? 

(Partilha)

- Canto:  

-Toda semente é um anseio de frutificar e todo o fruto é uma forma de a gente se dar.

Põe a semente na terra, não será em vão. Não te preocupe a colheita, plantas para o irmão.

- Toda palavra é um anseio de comunicar. E toda fala é uma forma de a gente se dar.

  1. NOSSO LOUVOR 

Animador (a): Ao Criador da Mãe Terra, que manda sol e chuva, vamos agradecer, cantando: Nós te damos, hoje e sempre, toda glória e louvor!

. Pela fertilidade da terra e pelas mãos que trabalham...

. Pelas sementes que brotaram e que deram fruto...

. Pela alegria de ver o resultado de nosso trabalho que se juntou com as forças da natureza...

. Pelos catequistas, disponíveis a servir na educação da fé, com seu testemunho de vida...

. Pelos catequistas que, apesar das dificuldades deste tempo de pandemia, continuaram perseverantes em semear a boa-nova...

. Pelos catequistas que, mesmo entre espinhos e pedras, souberam reencantar as pessoas por Jesus, sua mensagem e seu projeto de vida...

. Pelas famílias que, neste tempo de pandemia, se tornaram Igrejas domésticas e assumiram a educação da fé de seus filhos...

. Pelos catequizandos e catequizandas que, quais terrenos bons, deixaram a semente brotar e florir...

. Pelas comunidades eclesiais missionárias, pelos bispos e padres que, em tempos tão difíceis, semearam o bem, animaram o povo e valorizaram a missão do catequista...

. Pelo Papa Francisco que instituiu o Ministério do Catequista, reconhecendo a grandeza e a importância deste serviço para a Igreja e para o mundo...

(Louvores espontâneos)

Pai-Nosso

  1. ENVIO

Animador(a): Papa Francisco, em várias ocasiões, tem manifestado seu apreço pela missão dos(as) catequistas. Seu último gesto foi a instituição do ministério do catequista, com a carta apostólica “Ministério Antigo”, do dia 10 de maio de 2021 (Levantar a Carta e pedir uma aclamação).

Leitor(a) 1: Como bom semeador, o Papa Francisco sempre nos orienta para bem vivermos nossa vocação e recomenda que nosso coração, qual terra boa, deixe-se fertilizar a fim de que a Palavra seja fecundada e produza bons frutos.

Leitor(a) 2: Recomenda que para “sermos” catequistas é preciso que nosso coração pulse ritmado, em sístole e diástole, movimentos que permitem a entrada e saída do sangue. O catequista deixa o amor de Deus penetrar sua vida, pela experiência do encontro pessoal com o Senhor e, ao mesmo tempo, parte ao encontro com o irmão e a irmã para levar e transmitir este amor. 

Animador(a): Depois de termos celebrado e rezado nossa vocação de semeadores da Palavra, somos, agora, enviados a partilhar as sementes. Convidamos os(as) catequistas a se aproximarem e renovarem seu sim generoso ao Senhor (Distribuir saquinhos com sementes para os catequistas e pedir que tragam para junto deles seus catequizandos(as) e visualizem as situações de urgência onde lançar as sementes).  

  1. Para semear a Palavra de Deus nas comunidades rurais, urbanas, sítios e vilas de nossa arqui(diocese), paróquia e comunidades a quem enviaremos?

Catequistas: Eis-me aqui, Senhor! Eis-me aqui, Senhor! Para fazer tua vontade. Eis-me aqui, Senhor.

                       (Levantam os saquinhos com as sementes)

  1. Para lançar as sementes da Palavra nos meios virtuais, a quem enviaremos?
  2. Para ajudar os anciãos, os adultos, os jovens, os adolescentes e crianças a fazerem um encontro pessoal com a pessoa de Jesus Cristo. A quem enviaremos?
  3. Para educar na fé e formar comunidades eclesiais vivas, missionárias e samaritanas, a quem enviaremos?
  4. Para colaborar na construção de uma sociedade justa, solidária, tolerante e pacífica, a quem enviaremos?

- Animador (a): Amados e amadas catequistas, o Senhor nosso Deus nos chama e nos envia. Preparemo-nos para sairmos em missão como discípulos(as) missionários(as) e anunciar a Boa-Nova nas comunidades eclesiais missionárias, nas casas, nas praças, nos meios digitais e onde formos enviados. Que Deus nos inspire e nos ajude nesta missão.

Todos: Amém.

- BÊNÇÃO

- Animador (a): O Deus, fonte de toda a vida, nos dê a sua bênção e a sua paz, agora e sempre.

Todos (as): Amém.

- Animador (a): O Filho Bendito, que nos chama a serviço do Reino, nos ilumine e conduza.

- Todos (as): Amém.

- Animador (a): O Espírito Santo, doador do dom de sermos catequistas, nos guie hoje e sempre.

- Todos (as): Amém.

- Animador (a): Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

- Todos (as): Amém.

- Animador (a): Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo.

- Todos (as):  Para sempre seja louvado!

 

Canto de Envio[4]

  1. Eu não vivia a minha vocação. Eu não sabia o que meu Deus queria do meu coração. Eu não sabia do poder de Deus. Eu não sabia o que meu Deus queria deste mundo meu. Porém um dia o coração falou. E me mandou pras ruas a profetizar. Sei muito bem que ainda sou ninguém. Não sou profeta, mas vou semear.

Quem parte semeando, quem parte semeando. Quem parte semeando e a chorar ao voltar. Com sorrisos colherá, ao voltar com sorrisos colherá.

  1. Agora eu vivo minha a vocação. E sei também que pela minha frente existe muito chão. Eu sei agora do poder de Deus. Agora entendo o que meu Deus pretende deste mundo meu. Profetizar no meio dos irmãos. Lançar sementes e fazê-las despontar. E cultivar as flores em botão. Ir caminhando e sempre semear.

Quem parte semeando, quem parte semeando. Quem parte semeando e a chorar ao voltar. Com sorrisos colherá, ao voltar com sorrisos colherá.

 

ORAÇAÕ DO CATEQUISTA (Ir. Firmin Gainza, FSC)

“Senhor, quando nos mandas semear,

Transbordam nossas mãos de riqueza:

Tua Palavra nos enche de alegria

Quando lançamos na terra aberta.

Senhor, quando nos mandas semear,

Sentimos na alma a pobreza:

Lançamos a semente que nos deste

E esperamos incertos a colheita. 

E nos parece que é perder tempo

Este semear em insegura espera.

E nos parece que é muito pouco grão

Para a imensidade de nossas terras. 

E nos perturbas a desproporção

Do Teu mandato frente às nossas forças.

Mas a fé nos faz compreender

Que estás ao nosso lado na tarefa. 

E avançamos semeando pela noite

E pela névoa matinal.

Profetas, pobres,

Mas confiantes que Tu

Nos usas com humildes ferramentas. 

Glória a Ti, bom Pai, que nos deste

O Teu Verbo, semente verdadeira,

E pela graça do Teu Santo Espírito

A semeias conosco na Igreja.

Amém[1].

 

[1] Revista de Catequese, n.25, 1984, p.104.

 

 

 

[1] https://www.youtube.com/watch?v=qpCS0gucq6c (acesso à melodia do canto)

[2] https://www.youtube.com/watch?v=eC55HCijohw (a partir de 2:40, sugestão de melodia para o hino de abertura)

[3] https://musicasparamissa.com.br/musica/aleluia-dia-semana/

[4] https://www.youtube.com/watch?v=f4y0cdhtqMs (melodia do Canto de Envio – Pe. Zezinho. Paulinas Comep)

[5] Revista de Catequese, n.25, 1984, p.104.