• Banner interno

 

 

 

O jornal é um meio de comunicação, que auxilia na aquisição de conhecimentos, no desenvolvimento da consciência crítica e ajuda a criar uma bagagem de informações.

 

O uso do jornal na catequese:

 

- favorece a criatividade do grupo;

- provoca participação e interesse;

- ajuda a sensibilizar e assumir uma consciência  crítica diante das notícias;

- ajuda a analisar a realidade e a ter prática mais comprometida.

 

Criando um jornal, por mais simples que ele seja, favorece a organização, o planejamento, a reflexão. Possibilita, ainda, a entre- ajuda, a responsabilidade, e o comprometimento com aquilo que se escreve.

 

Na catequese, o jornal pode ser trabalhado de duas formas:

 

jornal.jpgO uso do jornal, presentes na comunidade ou na cidade

 

a)Leitura e discussão, buscando nele os valores e os contra - valores

 

- Debate sobre alguns temas escolhidos, como: juventude, realidade social, questões religiosas, política, trabalho, direitos...

- Fazer uma pesquisa sobre temas, que se referem à criança e à juventude e apresentar ao grupo, em forma de júri simulado, isto é, um grupo na defesa e outro na acusação, analisando o que favorece e o que não constrói.

- Comparar notícias, fatos, acontecimentos com algum texto bíblico. Exemplo: Ex 1,8-22, com as situações vividas pelo nosso povo.

 

b)Uso do jornal como sucata:

 

- Serve para recortar e colar;

- Dobrar e modelar;

- Recortar para formar um jornal mural;

- Usar para desenhar com giz de cor, molhado em cola e água;

- Usar tiras de papel jornal para montar símbolos, mensagens, parábolas, personagens e cenas bíblicas, palavras...

- Recortar palavras e formar frases bíblicas;

- Colar palavras e ir, formando um símbolo. Ex: Palavras ligadas à Vocação e com elas ir, formando um barco, ou uma rede ou ainda um caminho.

 

Criar, dentro da catequese, um pequeno jornal

 

- Criar uma equipe responsável;

- Fazer levantamento de possíveis nomes para o jornal;

- Organizar equipes de desenho, de redação, de notícias, de variedade, de criatividade...

- O jornal pode ser apenas de uma folha para haver a possibilidade de ser fotocopiado;

- Pode ser em quatro partes (sugestão):

 

Página 1: nome do jornal; editorial; nome da equipe; assunto de primeira página.

Página 2: Conteúdo de catequese; Bíblia, personagens...; celebrações; temas (criança, família, juventude).

Página 3: Variedades, jogos, entrevistas; palavras cruzadas; festas, aniversários.

Página 4: Criatividade, histórias em quadrinho; histórias criativas, desenho do dia; a sábia natureza, a prática comprometedora da turma.

 

- Envolver os pais na confecção do jornal;

- Fazê-lo em mutirão, onde cada participante contribui como que sabe fazer;

- Os jovens e adolescentes são criativos e elaboram com facilidade um jornal, basta dar oportunidade;

- É interessante apresentar o jornal para outras turmas, para as famílias, para todos se sentirem valorizados;

- Avaliar todos os passos assumidos e o processo de participação, responsabilidade, de entre- ajuda, o que cada qual aprendeu e ensinou.

 

Esquema de Trabalho

 

- Discutir a confecção de um jornal;

 

- Perceber sua validade no contexto da catequese;

 

- Apresentar assuntos possíveis de serem trabalhados;

 

- Tentar um esboço de jornal com o grupo;

 

- Avaliar o processo feito, descobrindo os valores, as capacidades presentes no grupo. Expressar o que cada um aprendeu e ensinou. Perceber as possibilidades de construir novos conhecimentos.        

 

 

In: BERTOLDI, Marlene. Metodologia Catequética. Arquidiocese de Florianópolis. 1999 (adaptação)

 


Equipe do Catequese Hoje

01.05.2013