• Banner interno

sammaritanarupnik.jpg

Num encontro com catequistas uma jovem me fez a seguinte pergunta: o que afinal é a catequese? Para que existe catequese na Igreja?

E percebi que a dúvida não era somente dela. Havia catequistas já bem "antigas" que pareciam um tanto perplexas com a questão colocada. E me olharam esperando a resposta. 

A catequese, dizendo de maneira mais simples, existe para anunciar o amor de Deus revelado em Jesus Cristo. A catequese não é outra coisa senão o anúncio da vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Para muitos catequistas o anúncio de Jesus Cristo ainda não é o centro do itinerário catequético. Na lista de conteúdos com crianças, por exemplo, encontramos longa lista de temas como sacramentos, mandamentos, profetas etc. Não que não sejam importantes, mas para o anúncio de Jesus é destinado dois ou três temas. O itinerário catequético tem como objetivo anunciar o nascimento, vida, morte e ressurreição de Jesus. Ele é o centro da vida cristã.

Não podemos perder de vista que hoje a maioria dos catequizandos não conhecem, não tem intimidade com Jesus Cristo. Daí a importância de dedicar um longo percurso para levar o catequizando a conhecer e amar Jesus Cristo.

O Papa Francisco assim formulou o primeiro e principal anúncio da catequese:

“Jesus Cristo ama-te, deu a sua vida para te salvar, e agora vive contigo todos os dias para te iluminar, fortalecer, libertar”. (EG 160-168)

É o primeiro anúncio no sentido de anúncio principal, diz o Papa. A ele deve-se sempre voltar durante o aprofundamento da fé na catequese, de diferentes maneiras. E diz ainda: Não se deve pensar que, na catequese, o querigma é deixado de lado em favor de uma formação supostamente mais “sólida”. Nada há de mais sólido, mais profundo, mais seguro, mais consistente e mais sábio que esse anúncio” (EG 165).

O Catequista é essa pessoa que experimentou o amor de Deus em sua vida, apaixonou-se por Jesus Cristo e deseja colocar sua vida a serviço do anúncio desse amor apaixonado de Deus por nós. Ser catequista é anunciar incansavelmente que Deus nos ama, que Deus espera por nosso amor, que Deus veio ao nosso encontro em Jesus Cristo. 

Ser catequista é testemunhar a beleza de ser amado por Deus, de ser capaz de confiar nesse Amor. 

Lucimara Trevizan