• Banner interno

hqdefault.jpg

Eu tenho o cálculo
ela, o excesso
Eu tenho o protocolo
ela, o transbordamento
Eu tenho a razão
ela, o amor
Como posso entender-Te
se não me deixo tocar
pelo gesto dela?
Como compreenderei
Tua santa Unção
se não consigo me inebriar
com o perfume dela?
Como acolherei
Teu Dom radical
se não me alegro com
a qualidade da entrega dela?
Que a generosidade desta mulher
me provoque a amar mais
sem medir
sem temer
sem deixar restos
Só assim eu poderei ser
Teu companheiro fiel
diante do escândalo
de Tua Cruz
 
Pe. Francys Silvestrini Adão SJ
29.03.2021