• Banner interno


1. Acolhida

 

2. Canto de entrada: Nós estamos aqui reunidos... (1 estrofe)

 

3. Saudação (1Cr 1,3-9)

 

Para vocês, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

Dou sempre graças a meu Deus a seu respeito, por causa da graça que ele lhes concedeu no Cristo Jesus.

Nele vocês foram enriquecidos em tudo, em toda palavra e em todo conhecimento, à medida que o testemunho sobre Cristo se confirmou entre vocês.

Assim, não têm falta de nenhum dom, vocês que aguardam a revelação de nosso Senhor Jesus Cristo.

É ele também que os confirmará em seu procedimento irrepreensível até o fim, até o dia de nosso Senhor Jesus Cristo.

É fiel o Deus que os chamou à comunhão com seu Filho, Jesus Cristo, nosso Senhor.

 Pantocrator - Ano da FéPantocrator - Ano da Fé

Resposta (mantra)

 

Aquele que nos chamou, aquele que nos chamou, é fiel, é fiel.

Fiel é Aquele que nos chamou. (2x)

 

4. Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos (10,8.12-15.17)

 

Diz a Escritura: “A Palavra está perto de ti, em tua boca e em teu coração.”

Essa palavra é a palavra da fé que pregamos.

Não há diferença entre judeu e grego: todos têm o mesmo Senhor, que é generoso para com todos os que o invocam. De fato, “todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”

Ora, como invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele que não ouviram? E como o ouvirão, se ninguém o proclamar? E como o proclamarão, se não houver enviados? Assim é que está escrito:

“Quão bem vindos os pés dos que anunciam boas novas!”

Logo, a fé vem pela pregação e a pregação, pela palavra de Cristo.

Palavra do Senhor.

 

Resposta da Assembléia (mantra)

 

Como são belos os pés do mensageiro, que anuncia a paz.

Como são belos os pés do mensageiro, que anuncia o Senhor.

 

5. Preces

 

Na sua Carta Apostólica, o Papa Bento XVI explica as razões pelas quais ele convoca este Ano de Fé. Porém, a fé não é somente adesão a determinadas verdades, mas a fé deve expressar-se na prática da vida. Diz a Carta:

 

  • Pela fé, os Apóstolos deixaram tudo para seguir o Mestre. Acreditaram nas palavras com que ele anunciava o Reino de Deus presente e realizado na sua Pessoa. Os apóstolos viveram em comunhão de vida com Jesus, que os instruía, mostrando-lhes um novo modo de viver pelo qual haveriam de ser reconhecidos como seus discípulos, depois da morte.

 (Entra o cartaz “SEGUIR O MESTRE”. Mantra: Aquele que nos chamou...)

 

  • Pela fé, os discípulos formaram a primeira comunidade reunida à volta do ensino dos Apóstolos, na oração, na celebração da Eucaristia, pondo em comum aquilo que possuíam para acudir às necessidades dos irmãos.

 

(Entra o cartaz: “VIVER EM COMUNHÃO”. Mantra: Aquele que nos chamou...)

 

  • Pela fé, no decurso dos séculos, homens e mulheres de todas as idades, cujo nome está escrito no Livro da Vida, confessaram a beleza de seguir o Senhor Jesus nos lugares onde eram chamados a dar testemunho do seu ser cristão: na família, na profissão, na vida pública, no exercício dos carismas e ministérios a que foram chamados. Sua presença era anúncio do Reino de Deus.

Pela fé, vivemos também nós, reconhecendo o Senhor Jesus vivo e presente em nossa vida e na história.

 

(Entra o cartaz “CONSTRUIR O REINO”. Mantra: Aquele que nos chamou...)

 

6. Preces espontâneas

 

7. Pai Nosso: a oração do Reino

 

Vamos terminar nossa celebração rezando o Pai-Nosso, a oração do REINO.

(Rezar alternadamente)

 

8. Canto final:

 

(Diz S. Paulo: “Como o ouvirão, se ninguém o proclamar? E como o proclamarão, se não houver enviados?” Vamos cantar a nossa resposta.)

 

            Eis-me aqui, Senhor! Eis-me aqui, Senhor!

            Pra fazer tua Vontade, pra viver no teu amor.

            Pra fazer tua vontade, pra viver no teu amor, eis-me aqui, Senhor!

            Ele pôs em minha boca uma canção,

            Me ungiu como profeta e trovador,

            Da história e da vida do meu povo,

            E, por isso, respondi: aqui estou!

            Eis-me aqui, Senhor...

 

Inês Broshuis

Comissão Regional para Animação Bíblico-Catequética do Leste 2

01.10.2012