• Banner interno

isabel_zacarias.jpg

Pai que tudo pode no Amor
eu quero aprender
a ser vizinho de outras vidas
da mesma maneira como
Tu Te avizinhas da minha
Já sou capaz de me alegrar com
a surpresa das novas gestações
que Tu nos concedes
como participação em Tua fecundidade
Mas ainda insisto em dar nomes conhecidos
ao Inédito que se apresenta diante de mim
Ainda sou tentado a desautorizar o saber
de quem modelou em sua própria carne
o milagre de um corpo todo outro
Ainda fico amedrontado quando
uma voz antes emudecida volta a falar
não mais para duvidar ou se impor
mas para autorizar e sustentar
a palavra calada de uma pessoa amada
Suscita em mim
menos certezas
e mais perguntas
menos imposições
e mais escuta
menos repetições
e mais abertura ao Novo
Só assim experimentarei a Alegria
de sentir Tua mão sobre mim e
de oferecer minhas mãos a outros
como um parteiro do Mistério
que só deseja oferecer sua ajuda
ao belo e dramático nascimento
de muitos filhos e filhas do Alto
sempre livremente únicos
à imagem de Teu Filho unigênito
 
Pe. Francys Silvestrini Adão SJ
23.12.21