• Banner interno

pedra2.jpg

Jesus meu Irmão e meu Senhor
como esta mulher arrastada diante de Ti
como estes homens tão cheios de si
eu também sou infiel ao Teu Amor
Movido e aprisionado
pelas carências ou pelos excessos
pelos prazeres ou pelas vinganças
pelos deslizes ou pelas leis
nem sempre consigo ver nos outros
o rosto de um irmão e uma irmã
Nem um bem a ser devorado
nem um mal a ser lapidado
simplesmente pecadores perdoados
alcançados pela graça como eu
 
Ajuda-me Senhor
a me inclinar até tocar nosso chão comum
a deixar o silêncio gerar a Palavra que salva
a aceitar ser liberto ao mesmo tempo
do perigo de morrer e de matar
Sim eu sou tão falho quanto meus irmãos
Mas já sem pedras nas mãos
descubro que também posso vir a ser
mais parecido contigo
o Primogênito que não veio para condenar
mas para despertar a consciência fraterna
revelando que podemos amar de graça
porque somos desde sempre
incondicionalmente amados por Ti
 
Pe. Francys Silvestrini Adão SJ
22.03.2021