• Banner interno

pexels-photo-906081.jpeg

Alegria e sentido de humor

1. Acolhida

 Refrão: Te amarei, Senhor, te amarei, Senhor. Eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti

2. Recordação da vida: recordar grandes experiências de alegria na vida e na missão como catequista

3. Acolhendo a Palavra

Aclamação: (à escolha)

Leitor 1: Jo 15,9-11

Leitor 2: 1 Ts 1,6

Leitor 3: Fl 4,4 (repetir o versículo duas vezes)

4. Partilha..

  • O santo é capaz de viver com alegria e sentido de humor. Sem perder o realismo, ilumina os outros com um espírito positivo e rico de esperança. Os santos são alegres e cheios de bom humor, segundo Francisco, não são tímidos, rabugentos, amargos ou melancólicos. A alegria vem de saber que somos infinitamente amados (GeE 122).
  • Ele contrasta essa alegria espiritual com a falsa alegria oferecida pela cultura consumista de hoje. «O consumismo só atravanca o coração; pode proporcionar prazeres ocasionais e passageiros, mas não alegria». A alegria vem de dar e amar. «Concentrando-nos, sobretudo, nas nossas próprias necessidades, condenamo-nos a viver com pouca alegria» (GeE 128).

Como ajudar os catequizandos a experimentar a alegria de serem amados por Deus?

Como cultivar a alegria e o bom humor?

5. Preces

- Querido Deus, muitas vezes esquecemos do seu amor e deixamos imperar em nós a melancolia, a amargura, o pessimismo, a falta de energia e a tristeza. Ajuda-nos a ver além, a sermos a cada dia mais agradecidos.

Todos: Eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti (bis).

- Ó Deus de amor e bondade, ajuda-nos como catequistas a cultivar o bom humor, a capacidade de rir de nós mesmos e a descobrir as pequenas alegrias com as quais nos visitas diariamente.

Preces espontâneas...

Pai-nosso...

6. Bênção: “Enfim, irmãos, alegrai-vos, trabalhai no vosso aperfeiçoamento, encorajai-vos, tende um mesmo sentir e pensar, vivei em paz, e o Deus do amor e da paz estará convosco. Saudai-vos uns aos outros com o beijo santo. Amém” (2Cor 13,11).

7. Canto

Ó Jesus não me deixe jamais caminhar solitário,/ pois conheces a minha fraqueza e o meu coração./Vem, ensina-me a viver a vida na tua presença,/ no amor dos irmãos, na alegria, na paz, na união.

Te amarei, Senhor, te amarei, Senhor./ Eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti (bis)