• Banner interno

ElenaSpirito.jpg

 

As ilustrações tem a finalidade de desenvolver a observação. São retiradas de revistas, jornais ou livros. Podem ajudar a complementar ou enriquecer explanações da mensagem por meio de uma cena ou ilustração de um objeto.

Ajudam a estabelecer o contato visual com a realidade. As vantagens de utilizar as gravuras é que são pouco dispendiosas, de fácil acesso.

É um recurso que os catequizandos podem ajudar a organizar, selecionando-as e guardando-as em uma caixa, "caixa de ilustrações". Isso os aproximará das temáticas a serem abordadas na catequese, estabelecendo o envolvimento deles.

Poderão servir também para fazer um quebra-cabeça, colando ilustrações grandes em papelão e depois cortando em forma de quebra-cabeça. As ilustrações devem ser escolhidas conforme a temática do encontro.

Esses trabalhos podem ser realizados com os catequizandos. O mais importante aqui é perceber que a atividade pode ser um fator de aproximação e de socialização para os catequizandos, para que possam experienciar o sentido de ser comunidade.

O trabalho com ilustrações exige a apresentação de imagens visíveis por todos, que sejam adequadas ao tema do encontro, que tenham uma qualidade. O catequista deve evitar o exagero no número de ilustrações e também ilustrações com excesso de detalhes. 

 

(In: recursos didáticos para a catequese. Léo Marcelo P. Machado e Mirian Inês Andrade Lise. Editora Vozes 2006)